Anton Bruckner (1824-1896) – Integral das Sinfonias – Sinfonia Nro. 5 (link corrigido)

Eu estava pensando numa bobagem. Ia iniciar esta apresentação me desculpando pela postagem desta sinfonia de Bruckner por Herbert von Karajan. Pura besteira, coisa de brasileiro que acha que todas as grandes estrelas têm problemas e o bom é o obscuro. Eu amo apaixonadamente esta sinfonia, acho que tenho decoradas todas as suas notas e parece-me às vezes que suas melodias já nasceram comigo. Ou vieram pré-instaladas em meu cérebro. Ouvi muitas gravações, mas a que bate mais fundo é a de HvK, sem dúvida.

Acho curioso que Karajan tenha recebido prêmios importantes por suas gravações de Beethoven (integral das sinfonias), Wagner (Parsifal), Mahler (Sinfonia Nro. 9) e outros, mas nunca por esta gravação de Bruckner, de resto tão elogiada por todos os comentaristas.

A outra bobagem é que escrevo este post em meu escritório, sem a vasta bibliografia que possuo acerca da monumental quinta. Obra escrita nos quatro habituais movimentos é uma demonstração do maior romantismo possível sem passar à mediocridade. Não é um romantismo meloso ou indulgente, é um romantismo grandioso e emocionante. O segundo movimento, Adagio é uma das partituras que mais gosto. Se Wand o dirige muito bem, ele acelera demais nas repetições e não tem em mãos o tremendo instrumento da Orquestra Filarmônica de Berlim de 1977. Karajan faz com que o rendimento de sua orquestra atinja o máximo neste movimento cujo segundo tema – altamente romântico e grave – fizeram com que as vidraças das minhas últimas quatro residências tremessem de… paixão. É absurdamente lindo.

Um amigo me disse uma vez que tal Adagio é o mais longo já composto para uma sinfonia, mas não tenho certeza da veracidade da informação. Longo ou não, por mim poderia durar dias!

É a sinfonia perfeita. Muito melodiosa, tonitruante e delicada na hora certa, tem seus três primeiros movimentos revisitados no Finale. O primeiro é extremamente equilibrado; o segundo, apaixonado; o terceiro, jocoso e o quarto resume tudo o que ouvido.

Se, após ouvi-la, alguém chamar Bruckner de simples ou musicalmente ingênuo, merece imediata internação.

P.Q.P. Bach.

Symphony No. 5 in B flat
Composed by Anton Bruckner
Performed by Berlin Philharmonic Orchestra
Conducted by Herbert von Karajan

1. Sinf No. 5 in B Flat: Introduction (Adagio)-Allegro
2. Sinf No. 5 in B Flat: Adagio (Sehr Langsam)
3. Sinf No. 5 in B Flat: Scherzo. Molto Vivace (Schnell)
4. Sinf No. 5 in B Flat: Finale. Adagio-Allegro Moderato

BAIXE AQUI (Parte 1) – DOWNLOAD HERE (Part 1) – 100 MB

BAIXE AQUI (Parte 2) – DOWNLOAD HERE (Part 2) – 14 MB

5 comments / Add your comment below

  1. Infelizmente, a Sinfonia não está mais disponível para download. Espero que não tenha sido retirada pelo uploader por causa do comentário idiota do tal “zé das muxicas”. Fica aqui o pedido ao P.Q.P. Bach: caso possa disponibilizá-la novamente, será um grande prazer ouvi-la enquanto aguardamos pelas demais sinfonias de Bruckner.Obrigado,Rodrigo.

  2. Caro, PQP, mencionas uma vasta bibliografia sobre esta sinfonia. Poderia mencionar alguns dos melhores exemplos para que eu possa também lê-los?

    Obrigado

  3. Este adágio é daqueles que não poderiam deixar de existir, tamanha a capacidade de satisfazer (ou iludir?) os nosssos desejos mais doces.
    Bela obra, obrigado pela postagem.
    A lamentar apenas um ruído que interfere tanto mais quanto sobe o volume de música, no primeiro movimento; parece um arranhão no disco, mas não pode ser, até porque ele desaparece nas “calmarias”. Mas, nada grave, pois some completamente após os primeiros cinco ou seis minutos.
    valeu

Deixe uma resposta