Johannes Brahms (1830-1897) – Sinfonia nº 2, in D, op. 73 – Carlos Kleiber, Wiener Philharmoniker.

Uma repostagem diferente, para nosso amigo Gerardo… não tenho mais esse CD, provavelmente está em um HD externo que está com defeito, não consigo acessá-lo. Mas como o Gerardo queria conhecer essa leitura, ofereço esse vídeo que está disponível no YOUTUBE, enquanto tento recuperar o HD. 

FDP Bach ficou muito satisfeito com a recepção ao cd do grande Carlos Kleiber que postou ontem. Foram 82 downloads em menos de 24 horas, um dos recordes do blog, se não estou enganado.

Por este motivo, então, tirarei de minha cartola outro momento glorioso deste grande regente, desta vez um registro ao vivo da Sinfonia nº 2 de Brahms, em minha modesta opinião, uma das mais sensíveis do mestre alemão. De um romantismo arrebatador, ela nos conquista pela beleza da melodia, e Kleiber já no primeiro movimento nos mostra a que veio.

Malcolm MacDonald, em sua biografia de Brahms, faz a seguinte colocação sobre esta sinfonia:

” Convencionalmente, ela (a segunda sinfonia) é considerada a mais luminosa e genial de Brahms, uma perspectiva cheia do mais tocante e sereno refrigério quando contrastada com o arrojo do dó menor da Primeira: de vez em quando ela tem sido apelidada sua “Pastoral”. (…) O op. 73, pelo menos em seus dois primeiros movimentos, sempre me tem parecido uma das mais escuras das sinfonias em tonalidade maior. Realmente, é uma escuridão rica e introspectiva (parcialmente produzida pela riqueza da harmonia, tingida de simbolismos da natureza, romântico), mas sua gravidade não é menor por isso. Os planos muito largos da Sinfonia, não obstante intrincadamente se bifurcando em caminhos de desenvolvimento, permitem um constante jogo de luz e sombra. E vislumbramos a luz como se do meio de uma floresta, onde forçosamente devemos nos perder em meio a algumas regiões muito tenebrosas.”

Bela descrição, e dificilmente alguém irá discordar dela. Ainda mais depois de ouvir esta interpretação de Carlos Kleiber.

Esta gravação foi extraída de um DVD.

Johannes Brahms (1830-1897) – Sinfonia nº 2, in D, op. 73

1 Symphony No.2 in D, Op.73 – 1. Allegro non troppo
2.Symphony No.2 in D, Op.73 – 2. Adagio non troppo – L’istesso tempo, ma grazioso
3.Symphony No.2 in D, Op.73 – 3. Allegretto grazioso ( Quasi andantino) – Presto ma non assai
4.Symphony No.2 in D, Op.73 – 4. Allegro con spirito

Wiener Philarmoniker

Carlos Kleiber – Conduktor

 

17 comments / Add your comment below

  1. Quando FDP refere-se ao sucesso de uma postagem, ele não olha apenas os comentários, mas o número de downloads.

    O CD de Kleiber foi super-baixado, mas sabem quem é nosso recordista? Villa-Lobos ocupa o pódio inteiro, 1º, 2º e 3º lugares, seguido por várias postagens de FDP dedicadas ao período romântico e por papai Bach.

    Abraços.

  2. Essa gravação é maravilhosa. Se puderem, assistam ao vídeo – a regência de Kleiber é muito interessante para os olhos também.

  3. Vocês pretendem disponibilizar o Concerto para violino de Barber? Sou louco por ele desde que assisti ao vivo… ouvi falar que a Osesp pretende lançar um CD, mas não aguento esperar!

  4. Paulão, tenho uma bela gravação deste concerto com a jovem Hilary Hahn. nfelizmente, este cd não está comigo, mas assim que recebê-lo de volta, o disponibilizo.

  5. Georg Solti …..precisa de mais alguma coisa? Definitivo em Brahms! Supera inclusive a gravação de Karajan da década de setenta.

  6. FDP! Só posso manifestar meu gáudio por esta gravação!

    Apesar de ser considerada a mais simples tecnicamente e a mais mozarteana, por algum mistério é a minha predileta de Brahms!

  7. Caro PQP, espero que seu post sobre quais posts são mais baixados não tenha sido motivado por “dor-de-cotovelo”, mas tão somente aos fatos.

  8. Perfeitamente Salinas, Solti fez boas gravações de Brahms, principalmente as 3 primeiras(a quart eu prefiro com Kertesz e Kleiber). Concordo também que suas gravações de Brahms são melhores em relação as de Karajan.

  9. Mais uma pérola rara!

    Esse DVD é fantástico… eu o assisti na casa de uma amigo há algum tempo: sem palavras para descrever a regência e a orquestração de Kleiber.

    Obrigado, FDP!
    R.

    PS.: Creio que PQP não precisa ter “dor-de-cotovelo” com relação a FDP. Ambos são geniais e têm seus lugares ao sol reservados! =D

  10. El enlace parece estar caído
    Una pena; la gravación parece ser de máximo interes, como todo lo que conozco de este director
    Gerardo

    1. gerardo, lamento mas não tenho mais acesso a essa gravação. Provavelmente está em um HD externo corrompido, que pretendo tentar recuperar.

Deixe uma resposta