Neukomm – Messe de Requiem suivie d’une Marche Funèbre

neukomm_-requiem
Sigismund Neukomm
Messe de Requiem suivie d’une Marche Funèbre
La Grande Écurie et La Chambre du Roy
Cantaréunion
Ensemble vocal de L’Océan Indien

 

Enquanto morava em Paris em março de 1838, o compositor austríaco Sigismund Neukomm, então com 60 anos, escreveu a sua 16ª missa, um Requiem incorporado ao “Service Funèbre complet”. Com efeito, mesmo quando Beethoven ainda era vivo, foi uma missa de Neukomm a escolhida para a comemoração da morte de Luís XVI no Congresso de Viena (1815). Também foi Neukomm o encarregado de escrever o “Te Deum” tocado em Notre Dame para a entrada solene de Luís XVIII em Paris, em 1814.  Alguns anos mais tarde, enquanto estava no Brasil, Neukomm compôs o Libera me com a intenção de concluir uma das primeiras apresentações do Requiem de Mozart na América do Sul. Dentre as 50 missas que o autor registra em seu nome, devemos mencionar a que foi escrita no Brasil para as festividades da aclamação de D. João VI ao trono do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.

Quase esquecido na atualidade, o prolífico compositor Sigismund Neukomm era extremamente famoso em seu tempo. Ele foi o convidado para reger a “Coronation” Mass and Requiem de Mozart, na inauguração do monumento ao compositor em Salzburg em 1842. Os oratórios de Neukomm eram particularmente admirados: David, por exemplo, foi escolhido para a inauguração do Birminghan Town Hall, durante o primeiro Festival de Música dessa cidade.

Disciple de Haydn, Neukomm sillonna l’Europe et le Brésil, laissant une œuvre immense trop méconnue. C’est en mars 1838 qu’il composa cette messe de Requiem comme un grand cérémonial funèbre liant les sombres accents des voix d’hommes à un ensemble de cuivres et, pour la procession finale, à un tam tam. Le résultat est prenant, d’une rare émotion, et la présence d’un chœur venu de l’Océan Indien confère à cette véritable découverte une puissante vérité sonore. (Disques K617)

Messe de Requiem
1. Requiem æternam dona eis Domine
2. Kyrie eleison
3. Dies iræ
4. Recordare Jesu pie
5. Lacrymosa dies illa
6. Domine Jesu Christe
7. Hostias et præces tibi
8. Sanctus & Benedictus
9. Pie Jesu
10. Agnus Dei
11. Libera me
12. De profundis

13. Marche Funèbre & Miserere

Messe de Requiem suivie d’une Marche Funèbre – 2008
Sigismund Ritter von Neukomm (Salzburg,1778 – Paris,1858)
La Grande Écurie et la Chambre du Roy & Cantaréunion, Ensemble vocal de L’Océan Indien
Regência: Jean-Claude Malgoire

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
MP3 | 320 kbps | 115 MB

powered by iTunes 12.5.1 | 59,3 min

Apoie os bons artistas, compre suas músicas!

que nem nós

 

 

 

 

 

 

 

 

Avicenna

5 comments / Add your comment below

  1. Como é que esta postagem me passou despercebida antes, Avicenna? Ontem fui parar quase sem querer num trecho deste Requiem postado no youtube, fiquei encantado, e só depois fui ver que estava aqui. É música finíssima – daquelas literalmente ‘sui generis’ que transcendem determinada época, constituem seu próprio estilo… Tô encantado!

  2. Neukomm é um grande compositor. Eu e minha equipe do Núcleo de Pesquisa em Música da UFPI editamos sua Missa da Aclamação (só o Kyrie e Gloria) baseados em um manuscrito do Cabido Metropolitano do Rio de Janeiro, cuja gravação do Malgoire falta um trecho, se não me engano, o qui sedes. Entretanto, gravação com o Credo, Sanctus e Agnus Dei. O musicólogo José Maria Neves estava realizando o catálogo se suas obras, infelizmente faleceu.
    Mas este Requiem é belissimo. Parabens pela postagem
    João Berchmans

  3. maravilhoso… é interessante como o Neukomm nao é muito divulgado. vou aproveitar para pedir para alguem me dar maiores informaçoes sobre ele, como espiao… o coitado do DJoao VI estava muito pressionado pela City London (e coitados de nós que recebemos toda a divida de Portugal como se tivesse sido independencia). mas de qualquer forma, alguns musicos tiveram patrocinio e ligacoes estreitas com interesses politicos e acho que ele tambem, so que nao encontro outras referencias… apenas de que veio numa missao diplomatica ao Brasil, mas nao participou de nada (aparentemente). mais uma figura meio desconhecida, como o Chevalier de Saint Georges, amigo do Chevalier d’Eon (diplomata frances, espiao, maçom, e soldado), que deixa sempre uma pulga atras dos olhos quando se tenta justificar um afro descendente/nobre no meio da corte francesa… esgrimando com o Saint Georges? pitoresco !! agradeço qualquer contribuiçao sobre o Neukomm

  4. Bom dia
    O download do Flac corresponde a outra edição:
    …………………………………………………………………………
    Mozart – Requiem, K626 [Conclu par Sigismund Neukomm 1778-1858] (Jean-Claude Malgoire)

    Hjordis Thébault – soprano
    Gemma Coma-Alabert – mezzo soprano
    Simon Edwards – ténor
    Alain Buet – baryton-basse
    Kantorei Saarlouis
    La Grande Ecurie et la Chambre du Roy
    Direction – Jean-Claude Malgoire

    1. I. Requiem et Kyrie: Requiem aeternam
    2. II. Sequence. 1. Dies irae
    3. 2. Tuba mirum
    4. 3. Liber scriptus
    5. 4. Quid sum miser
    6. 5. Rex tremendae
    7. 6. Recordare
    8. 7. Ingemisco tamquam
    9. 8. Confutatis
    10. 9. Lacrymosa
    11. III. Offertoire. Domine Jesu
    12. IV. Sanctus
    13. V. Agnus Dei
    14. VI. Lux Aeterna
    15. VII. Libera me
    …………………………………………………………….

    Será possível obter a proposta e que conta com a participação do Ensemble vocal de L’Océan Indien?

    Cumprimentos

    José Freitas

Deixe uma resposta