Johannes Brahms (1833-1897) – Violin Concerto in D Minor, op. 77, Concerto for Violin, Cello and Orchestra in A minor, op. 102, “Double Concerto – Stern, Rose, Ormandy, PO

Não sei quantas gravações deste concerto de Brahms já postamos por aqui, mas quem se importa? A obra é de tal magnitude e importância na história da música que não nos importamos em ouvir o que os mais diversos intérpretes tem a nos dizer a respeito.
Se esta é a melhor gravação já realizada destes concerto, de acordo com alguns comentaristas da amazon, ficará a critério dos senhores decidir, mas em minha modesta opinião ela compete cabeça a cabeça com a gravação que David Oistrakh realizou uns quinze anos antes. Tudo está em perfeita sintonia. Não há o que se possa reclamar. Isaac Stern foi um gigante do violino do século XX, um dos maiores com certeza, e todas as gravações que ouvi dele beiravam a perfeição. E com este concerto de Brahms ele não foge à regra. Chamou Eugene Ormandy e sua Orquestra da Filadélfia, um dos melhores conjuntos orquestrais daquela época, e seu velho companheiro, o violoncelista Leonard Rose, para encararem o Concerto Duplo do mesmo Brahms. E o resultado? Não existe adjetivo para classificá-lo que possa se diferente de estupendo, imperdível. Com certeza este seria um dos cds que eu levaria para uma deserta, claro que junto com o cd do Oistrakh.

1 – Concerto for Violin and Orch. in D Major, Op. 77 _ Allegro non troppo
2 – Concerto for Violin and Orch. in D Major, Op. 77 _ Adagio
3 – Concerto for Violin and Orch. in D Major, Op. 77 _ Allegro giocoso, ma non troppo vivace
4 – Concerto for Violin, Cello & Orch. in A Minor, Op. 102 ‘Double Concerto’ _ Allegro
5 – Concerto for Violin, Cello & Orch. in A Minor, Op. 102 ‘Double Concerto’ _ Andante
6 – Concerto for Violin, Cello & Orch. in A Minor, Op. 102 ‘Double Concerto’ _ Vivace non troppo

Isaac Stern – Violin
Leonard Rose – Violoncello
The Philadelfia Orchestra
Eugene Ormandy – Conductor

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
FDPBach

4 comments / Add your comment below

  1. Brahms com Eugene Ormandy, sem mais. As gravações que tenho desse maestro aqui, melhores só as do Bernstein.
    Se for Brahms ou Ormandy, escutem, crianças. E como disse Charles Ives, “fiquem de pé e usem seus ouvidos feito homens!”.

  2. Já devo ter comentado em outro tópico, em minha humilde opinião a melhor gravação do concerto de Brahms é esta com Stern/Ormandy. Tenho outras obras de Brahms com o Stern (trios e quartetos com piano), e pelo que pude ouvir, ele era um especialista em Brahms, só não tenho ainda com o Stern, as sonatas para violino e piano, mas devem ser sensacionais também.

    Outras belas interpretações, além da mencionada com o Oistrakh que no geral é um dos meus preferidos, podemos citar também Szeryng com Monteux na regência e o pouco citado aqui, mas extraordinário violinista Christian Ferras.

    Não esquecendo também do bastante citado Jasha Heifetz, o que ele faz na cadência deste concerto arrepia até os pelos do dedão do pé, rs.

    abçs

Deixe uma resposta