Claude Debussy (1862-1918) – Suite Bergamasque, Estampes, Children`s Corner, etc.

FDP Bach está repostando aqui este grande cd de Alexis Weissenberg Debussy. O texto abaixo foi escrito por meu irmão PQP Bach quando da postagem original.

“Debussy é um compositor de enorme importância não só na música francesa. Seu papel como renovador da linguagem harmônica, cujo vocabulário ampliou-se devido às novas concepções na formação e encadeamento dos acordes, foi fundamental para a música moderna e, mesmo que tenham sido consideradas por seus contemporâneos como subversivas dos princípios tradicionais, eram apenas um ousado e inteligente alargamento desses princípios e uma conseqüencia lógica dos trabalhos de Chopin, Liszt e Mussorgsky. Quanto ao ritmo, também foi ponto de partida para muitos compositores do século XX. Bartók, Stravinski e Villa-Lobos devem muito a ele.

Neste CD, o pianista Alexis Weissenberg apresenta algumas das maiores obras para piano do mestre. Tenho certeza de que não precisaremos esperar muito para que Philippe Entremont nos mostre um programa semelhante, pois em breve teremos uma nova colaboradora no PQP e ela prefere a gravação de Entremont. Eu, P.Q.P. Bach, conheço ambas e, sinceramente, gosto das duas.”

1. Estampes: Pagodes
2. Estampes: La Soiree Dans Grenade
3. Estampes: Jardins Sous La Pluie
4. Etude N°11 : Arpèges Composés
5. Suite Bergamasque: Prelude
6. Suite Bergamasque: Menuet
7. Suite Bergamasque: Clair De Lune
8. Suite Bergamasque: Passepied
9. Children’s Corner: Doctor Gradus Ad Parnassum
10. Children’s Corner: Jimbo’s Lullaby
11. Children’s Corner: Serenade For The Doll
12. Children’s Corner: The Snow Is Dancing
13. Children’s Corner: The Little Shepherd
14. Children’s Corner: Golliwogg’s Cake-Walk
15. La Fille Aux Cheveux De Lin
16. L’isle Joyeuse
17. La Plus Que Lente

Composé par Claude Debussy
avec Alexis Weissenberg, piano.

BAIXE AQUI

6 comments / Add your comment below

  1. só uma pequena sugestão de postagem aos organizadores deste maravilhoso Blog:

    Os Estudos Op.10 e 25 de Chopin

    Não se pode negar q são obras maravilhosas… peço-vos isso humildemente, daqui da minha querida Varsóvia, esperando quem vai ser o próximo a invadi-la e destruí-la pela milionésima vez…

  2. é… até que os Estudos op25 dão pra lembrar um pouco de Bach… principalmente o nº12…
    tá ai um bom pedido, aliàs, faz um tempo q não se posta chopin por aqui…

    Obs: Aquela postagem do Cornetto foi muito boa!!!! e realmente as Partitas são melhores que as suítes inglesas

  3. Entremont é muito bom, tem uma gravação belíssima também do RACH [concertos] ;mas, PQP E FDP, a minha gravação completa preferida de Debussy é certamente Michel Beroff [ selo EMI ] em três cds. Concordo com tudo que foi dito sobre Debussy , exceto que ele continue Chopin e Liszt ou mesmo Wagner como queriam ,pois ele representa o final da música narrativa.

  4. Nas suas palavras , Debussy disse, sobre os hiper-cromatismos Wagnerianos e suas modulações-”Onde se achava que Wagner fosse aurora, ele era crepúsculo!”-obviamente querendo , com isso, dizer que findava, ou melhor ainda , se esgotava , um estilo musical, o Narrativo,do qual faz parte aqueles citados por você.

Deixe uma resposta