Partituras de Autores Brasileiros (post revisto e ampliado em 03/2016)

A música Brasileira é imensa, em variedade, riqueza e qualidade, mas como é difícil encontrar as partituras quando resolvemos executar alguma peça nacional, não?
Por isso o P.Q.P.Bach fez essa sexta edição de links de partituras, voltada especificamente para os autores brasileiros, para que você encontre as partes que deseja e, de quebra, descubra outras peças maravilhosas que até então desconhecia.

Mergulhe nos 138 (cento e trinta e oito !!! ) links, nas bibliotecas, nos museus e nos acervos virtuais, deleite-se e deleite aos demais com sua, com nossa música!

Laudate Pueri Dominum
Psalmo
Para as encommendaçõens dos Innocentes Defuntos
Com duas rabecas, duas clarinetas, duas trompas, 4 vozes e baixo
Composto em 1821
Pelo Pe. José Mauricio Nunes Garcia, e
arranjado sobre alguns motivos da Grande Obra da Creação do Mundo do Inmortal Haydn e offerecido
ao Sr. João dos Reis Pereira pelo seo Autor.Capa de partitura do Padre José Maurício Nunes Garcia que consta do acervo do Cabido Metropolitano do Rio de Janeiro

ACERVOS DIGITAIS NACIONAIS

Biblioteca Nacional Digitalaqui – here

O Brasil pode orgulhar-se de possuir uma das maiores bibliotecas do mundo: a Fundação Biblioteca Nacional é a 7ª maior biblioteca nacional do globo. A Fundação vem digitalizando seu acervo e o resultado disto é que até a data desta postagem, já havia 1286 partituras disponíveis para visualização e download. Lindo!

Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertaçõesaqui – here

Não é um site de partituras, em si, mas há muitos trabalhos acadêmicos de análise de obras de compositores brasileiros, com transcrições das partituras de suas músicas (eu mesmo já encontrei uma música de Alberto Nepomuceno que procurava há anos). Todas as teses e dissertações defendidas atualmente pelo sistema de universidades federais e de algumas estaduais está disponível aí. Os textos estão na íntegra, em PDF.

Biblioteca Virtual de Partituras Musicaisaqui – here
Esta biblioteca eletrônica é uma das mais antigas e persistentes do gênero em atividade no Brasil. Começou em 1996 hospedado no Departamento de Física da UFMG. Uma reformulação deste portal inicia-se em 2011 para comemorar os 15 anos de atividade contínua. Conta atualmente com obras de 117 compositores, entre nacionais e internacionais.

Thesaurus Musicae Brasiliensisaqui – here
Catálogo de manuscritos musicais presentes no acervo do Maestro Vespasiano Gregório dos Santos. Dedicado aos nossos maravilhosos compositores de música sacra colonial, possui referência bibliográfica.

Musica Brasilisaqui – here
A difusão de partituras é o principal objetivo do Musica Brasilis. A iniciativa começou em 2009, com a edição das 218 peças de Nazareth para piano, pela primeira vez disponibilizadas na íntegra pela web. Ao mesmo tempo, investiu-se na edição de obra de compositores atuantes na corte de D. João, como José Maurício Nunes Garcia, Marcos Portugal e Sigismund Neukomm. A parceria com a Academia Brasileira de Música possibilita que sejam mostradas as primeiras páginas de todas as obras editadas para o Banco de Partituras. Recentemente conseguiu-se a aquisição de edições de obras de Alberto Nepomuceno, Henrique Oswald, Glauco Velasquez e Luciano Gallet. Contam, no começo de 2016,com obras de 145 compositores, de Nunes Garcia a Luiz Gonzaga.

Academia Brasileira de Músicaaqui – here
Possui grande acervo de partituras de 93 compositores nacionais. É necessário encomendar a cópia e pagar por ela, mas os valores não são altos.

Instituto Moreira Sallesaqui – here
Um dos mais respeitados institutos culturais do Brasil e possuidor de coleções preciosíssimas como as de Pixinguinha, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth e Hekel Tavares, também disponibiliza as partituras para consulta e download.

Portal Sesc de Partiturasaqui – here
Obras de alguns dos mais importantes compositores brasileiros, de diversos períodos e regiões do país. Mais de 2 mil partituras organizadas por título, autor, formação do grupo ou instrumento.

CEPE Partituras – aqui – here
A Companhia Editora de Pernambuco (CEPE) editou e disponibilizou recentemente e de forma gratuita partituras de alguns compositores do Movimento Armorial.

Clavedesul aqui – here
Site com mais de 47 mil partituras de música brasileira, a maior parte de MPB, mas com algumas coisa de compositores eruditos.

Solano aqui – here
Mais de 16 mil partituras nacionais e internacionais.

Partituras no formato .encaqui – here
Partituras de vários compositores. Entre eles, Padre José Maurício e Villa-Lobos.

 

ACERVOS DIGITAIS INTERNACIONAIS

ChoralWiki / CPDL, Choral Public Domain Libraryaqui – here
Um dos melhores sites de partituras de domínio público é o ChoralWiki, sede da Choral Public Domain Library (CPDL). Fundado em dezembro de 1998, o CPDL é um dos maiores portais de partituras musicais gratuitas do mundo. Você pode usar o CPDL para encontrar partituras, textos, traduções e informações sobre compositores. Até o momento desta postagem, possui 16.470 partituras de 2.237 compositores. Nossos brilhantes compositores de música clássica estão presentes no ChoralWiki.

IMSLP, International Music Score Library Projectaqui – here
É o maior banco de partituras do mundo! Todo músico deve conhecê-lo. O acervo está disponível em PDF para ser baixado. São 22.109 obras, por 2.648 compositores, com partituras de brasileiros como Nunes Garcia, Lobo de Mesquita, Carlos Gomes e Alberto Nepomuceno.

ScorSeraqui – here
Grande base de dados internacional de partituras.

 

Alexandre Levy, Carlos Gomes, Glauco Velásquez e Alberto Nepomuceno

AUTORES

Sites oficiais dos compositores, ou dedicados a eles. Em alguns casos, colocamos os arquivos onde se encontra a maior parte de suas obras. Estão organizados por ordem alfabética, pelo nome completo.

Dicionário Cravo Albin de Música Brasileiraaqui – here
Criado para ser um dicionário de compositores da MPB, expandiu seu rol de compositores e contempla um número imenso de autores eruditos: para saber mais sobre os compositores do Brasil.

Alberto Nepomucenoaqui – here
Grande parte de sua obra está depositada na Biblioteca Nacional. Nem todas as suas partituras foram digitalizadas, mas pode-se entrar em contato com a BN para ter-se acesso a elas.

André da Silva Gomesaqui – here
A maior parte de suas composições encontra-se no Arquivo Metropolitano Dom Duarte Leopoldo e Silva, da Arquidiocese de São Paulo.

Antonio Carlos Gomesaqui – here
A quase totalidade de seu acervo encontra-se no museu que leva seu nome, em Campinas – SP. Há obras também em Belém e Milão (Itália).

Antonio Carlos Jobimaqui – here
Site oficial do compositor.

Brasílio Itiberê da Cunhaaqui – here
Grande parte de sua obra está depositada na Biblioteca Nacional. Nem todas as suas partituras foram digitalizadas, mas pode-se entrar em contato com a BN para ter-se acesso a elas.

Chiquinha Gonzagaaqui – here
Suas partituras foram organizadas pelos pianistas Alexandre Dias e Wanderlei Braga e estão disponíveis para download. São 242 peças.

Cláudio Santoroaqui – here
Site oficial do compositor.

César Guerra-Peixeaqui – here (a) e também aqui – here (b)
(a) Site oficial do compositor.
(b) Parte do acervo autógrafo do compositor que encontra-se na Biblioteca Nacional.

Eduardo Soutoaqui – here
Suas partituras foram organizadas pelo pianista Alexandre Dias e estão disponíveis para download. São 242 peças.

Elias Álvares Loboaqui – here
De seu acervo, grande parte encontra-se no Museu da Música de Itu – SP.

Ernesto Nazareth aqui – here (a) e também aqui – here (b)(a) Página em homenagem ao compositor, feita pelo Instituto Moreira Salles por ocasião do seu sesquicentenário de nascimento em 2013.
(b) Site oficial do compositor.

Francisco Bragaaqui – here
Grande parte de sua obra está depositada na Biblioteca Nacional. Nem todas as suas partituras foram digitalizadas, mas pode-se entrar em contato com a BN para ter-se acesso a elas.

Francisco Mignoneaqui – here (a) e também aqui – here (b)
(a) Seu acervo, assim como o de Camargo Guarnieri, foi doado por sua viúva ao IEB-USP (Instituto de Estudos Brasileiros).
(b) Há também uma parte de sua obra na Biblioteca Nacional.

Glauco Velázquezaqui – here
Grande parte de sua obra está depositada na Biblioteca Nacional. Nem todas as suas partituras foram digitalizadas, mas pode-se entrar em contato com a BN para ter-se acesso a elas.

Harry Crowlaqui – here
Site oficial do compositor.

Heitor Villa-Lobosaqui – here
Suas obras estão organizadas e catalogadas no museu que leva seu nome, no Rio de Janeiro.

Henrique Alves de Mesquitaaqui – here
Suas partituras foram organizadas pelo pianista Alexandre Dias e estão disponíveis para download. São 127 peças.

Henrique Oswaldaqui – here
Site oficial do compositor.

Jacob do Bandolimaqui – here
Site oficial do compositor.

José Maurício Nunes Garciaaqui – here
Site oficial do compositor. Suas obras encontram-se no Arquivo de Cleofe Person Mattos e no Cabido Metropolitano do Rio de Janeiro.

João Baptista Siqueiraaqui – here
Sua obra, partituras, gravações e documentos pessoais foram doados à Biblioteca da Escola de Música da UFRJ.

José Carlos Amaral Vieiraaqui – here
Site oficial do pianista e compositor.

José Pedro de Sant’Anna Gomes – aqui – here
Irmão de Carlos Gomes, suas obras estão arquivadas no Museu Carlos Gomes, em Campinas.

José Siqueiraaqui – here
Sua obra, partituras, gravações e documentos pessoais foram doados à Biblioteca da Escola de Música da UFRJ.

Luciano Galetaqui – here
Grande parte de sua obra está depositada na Biblioteca Nacional. Nem todas as suas partituras foram digitalizadas, mas pode-se entrar em contato com a BN para ter-se acesso a elas.

Manoel José Gomesaqui – here
Pai de Carlos Gomes, suas obras estão arquivadas no Museu Carlos Gomes, em Campinas.

Marlos Nobreaqui – here
Site oficial do compositor.

Mozart Camargo Guarnieriaqui – here
Seu acervo foi doado por sua viúva ao IEB-USP (Instituto de Estudos Brasileiros).

O PQPBach também disponibiliza, em seu repositório pessoal (PQPShare), partituras de 77 peças para piano solo do compositor, aqui – here.

Oscar Lorenzo Fernandezaqui – here
Grande parte de sua obra está depositada na Biblioteca Nacional. Nem todas as suas partituras foram digitalizadas, mas pode-se entrar em contato com a BN para ter-se acesso a elas.

Radamés Gnattaliaqui – here
Site oficial do compositor.

Zequinha de Abreuaqui – here
Suas partituras foram organizadas pelo pianista Alexandre Dias e estão disponíveis para download. São 120 peças.

 

Fundação Biblioteca Nacional. Rio de Janeiro – RJ

MUSEUS / CENTROS DE DOCUMENTAÇÃO / BIBLIOTECAS HISTÓRICAS
Arquivos de particulares, museus dos compositores, acervos históricos com partituras e muito mais.

Acervo de Música da Biblioteca Nacional (Rio de Janeiro)aqui – here
Em meio aos seus nove milhões de Volumes, a Biblioteca Nacional possui um acervo invejável de partituras e gravações, muitas das quais digitalizadas.

Museu de Música de Marianaaqui – here
Partituras, músicas para baixar (todas já postadas aquí), muito sobre os compositores da época colonial.

Acervo do Cabido Metropolitano do Rio de Janeiroaqui – here
Disponibiliza reproduções fac-similares de mais de 20 mil imagens de Antífonas, Hinos, Matinas, Missas, Novenas e Salmos da autoria de José Maurício Nunes Garcia, Damião Barbosa de Araújo, Francisco Manuel da Silva e Dom Pedro I, além de figuras de considerável ressonância internacional, como o italiano David Perez, o português Marcos Portugal e o austríaco Sigismund Neukomm.

Acervo Cleofe Person Mattos (Rio de Janeiro)aqui – here
O arquivo privado da musicóloga, educadora e regente Cleofe Person de Mattos (1913-2002) compreende os documentos por ela produzidos e acumulados no decorrer de mais de seis décadas, tendo como foco principal as obras do Padre José Maurício Nunes Garcia.

Museu da Inconfidência (Ouro Preto)aqui – here

Museu da Imagem e do Som de Pernambuco (Recife)aqui – here

Museu da Imagem e do Som de São Pauloaqui – here

Museu Imperial (Petrópolis)aqui – here
Possui coleção de partituras de Carlos Gomes e outros compositores brasileiros do sáculo XIX

Museu da Imagem e do Som do Rio de Janeiroaqui – here

Museu Villa-Lobos (Rio de Janeiro)aqui – here

Museu de Música de Ituaqui – here

Museu Carlos Gomes (Campinas)aqui – here

 

Órgão Arp Schnitger, da Sé de Mariana – MG

ARQUIVOS ECLESIÁSTICOS
No período Colonial e um tanto no período Imperial, a música composta no Brasil concentrava-se em obras para eventos religiosos. Além do mais, as partituras de música profana não foram arquivadas e guardadas, como ocorreu com a música sacra. Por isso, é nos arquivos de igrejas e dioceses que porventura se preservaram bons acervos de música nacional antiga. Não custa nada consultar esses locais. Como seria loucura colocar todas as 272 dioceses do Brasil aqui, elencamos os sites de todas as 12 dioceses/arquidioceses criadas no Brasil na Colônia ou no Império.

Arquidiocese de São Salvador da Bahia (1551)aqui – here

Arquidiocese de Olinda e Recife (1676)aqui – here

Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (1676) – Acervo do Cabido Metropolitanoaqui – here

Arquivo da Catedral do Rio de Janeiroaqui – here

Arquidiocese de São Luís do Maranhão (1677)aqui – here

Arquidiocese de Belém do Pará (1719)aqui – here

Arquidiocese de Mariana (1745) / Museu de Música de Marianaaqui – here

Arquidiocese de São Paulo (1745) – Arq. Metropolitano Dom Duarteaqui – here

Diocese de Goiás (1745)aqui – here

Arquidiocese de Cuiabá (1745)aqui – here

Arquidiocese de Porto Alegre (1848) – Arquivo Históricoaqui – here

Arquidiocese de Fortaleza (1854)aqui – here

Arquidiocese de Diamantina (1745)aqui – here

Biblioteca Brasiliana, da Universidade de São Paulo (USP)

CURSOS SUP. DE MÚSICA / UNIVERSIDADES / CONSERVATÓRIOS

Acervos físicos de partituras. Organizamos aqui por Estado-Cidade. Se você mora em uma dessas cidades, não custa nada dar uma pesquisada nesses locais, pois esses acervos são, em sua quase totalidade, de acesso público: qualquer pessoa pode consultar. Aproveite!

AC – Rio Branco
UFAC, Universidade Federal do Acre – Base de Dados da Biblioteca

AL – Maceió
UFAL, Universidade Federal de Alagoas – Instituto de Ciências Humanas Comunicação e Arte – Base de Dados da Biblioteca

AM – Manaus
UEAM, Universidade Estadual do Amazonas – Base de Dados da Biblioteca
UFAM, Universidade Federal do Amazonas – Instituto de Ciências Humanas e Letras Base de Dados da Biblioteca

BA – Salvador
UFBA, Universidade Federal da Bahia – Escola de Música – Base de Dados da Biblioteca
UCSAL, Universidade Católica do Salvador – Base de Dados da Biblioteca

CE – Juazeiro do Norte
UFC, Universidade Federal do Ceará – Campus Cariri – Curso de Música – Base de Dados da Biblioteca

DF – Brasília
UNB, Universidade Nacional de Brasília – Instituto de Artes – Base de Dados da Biblioteca
Escola de Música de Brasília – Base de Dados da Biblioteca

ES – Vitória
Faculdade de Música do Espírito Santo “Maurício de Oliveira” – Base de Dados da Biblioteca
UFES, Universidade Federal do Espírito Santo – Base de Dados da Biblioteca

GO – Goiânia
UFG, Universidade Federal de Goiás – Escola de Música e Artes Cênicas – Base de Dados da Biblioteca

MA – São Luís
UFPA, Universidade Federal do Pará – Centro de Ciências Humanas – Base de Dados da Biblioteca
UEMA, Universidade Estadual do Maranhão – Centro de Educação, Ciências Exatas e Naturais – Base de Dados da Biblioteca

MG – Belo Horizonte
UFMG, Universidade Federal de Minas Gerais – Base de Dados da Biblioteca
UEMG, Universidade do estado de Minas Gerais – Escola Superior de Música – Base de Dados da Biblioteca

MG – Juiz de Fora
UFJF, Universidade Federal de Juiz de Fora – Base de Dados da Biblioteca

MG – Ouro Preto
UFOP, Universidade Federal de Ouro Preto – Base de Dados da Biblioteca

MG – São João del-Rei
UFSJ, Universidade Federal de São João Del-Rei – Base de Dados da Biblioteca

MG – Uberlândia
UFU, Universidade Federal de Uberlândia – Instituto de Artes – Base de Dados da Biblioteca

MT – Cuiabá
UFMT, Universidade Federal do Mato Grosso – Instituto de Linguagens – Base de Dados da Biblioteca

MS – Campo Grande
UFMS, Universidade Federal do Mato Grosso do Sul – Centro de Ciências Humanas e Sociais – Base de Dados da Biblioteca

PA – Belém
UFPA, Universidade Federal do Pará – Instituto de Ciências da Arte – Base de Dados da Biblioteca
UEPA, Universidade Estadual do Pará – Centro de Ciências Sociais e Educação – Base de Dados da Biblioteca
FAP, Faculdade de Artes do Pará – Base de Dados da Biblioteca

PB – Campina Grande
UFCG, Universidade Federal de campina Grande – Base de Dados da Biblioteca

PB – João Pessoa
UFPB, Universidade Federal da Paraíba – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes – Base de Dados da Biblioteca

PE – Recife
UFPE, Universidade Federal de Pernambuco – Centro de Artes e Comunicação – Base de Dados da Biblioteca

PR – Curitiba
Escola de Música e Belas Artes do Paraná – Base de Dados da Biblioteca
PUCPR, Pontifícia Universidade Católica do Paraná – Escola de Comunicação e Artes – Base de Dados da Biblioteca
UFPR, Universidade Federal do Paraná – Departamento de Artes – Base de Dados da Biblioteca

PR – Londrina
UEL, Universidade Estadual de Londrina – Base de Dados da Biblioteca

PR – Maringá
UEM, Universidade Estadual de Maringá – Base de Dados da Biblioteca

PR – Ponta Grossa
UEPG, Universidade Estadual de Ponta Grossa – Base de Dados da Biblioteca

RJ – Rio de Janeiro
Conservatório Brasileiro de Música – Base de Dados da Biblioteca
UFRJ, Universidade Federal do Rio de Janeiro – Base de dados Minerva – Base de Dados da Biblioteca
UFRJ – Biblioteca Digital da Escola de Música – Base de Dados da Biblioteca
UNIRIO, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – Centro de Letras e Artes – Base de Dados da Biblioteca
Sistema de Bibliotecas do Rio de Janeiro – Base de Dados – Base de Dados da Biblioteca

RN – Mossoró
UERN, Universidade do Estado do Rio Grande do Norte – Base de Dados da Biblioteca

RN – Natal
UFRN, Universidade Federal do Rio Grande do Norte – Escola de Música – Base de Dados da Biblioteca

RO – Porto Velho
UNIR, Fundação Universidade Federal de Rondônia – Departamento de Artes – Base de Dados da Biblioteca

RS – Bagé
UNIPAMPA, Universidade Federal do Pampa – Campus Bagé – Base de Dados da Biblioteca

RS – Montenegro
UERGS, Universidade Estadual do rio Grande do Sul – Base de Dados da Biblioteca

RS – Pelotas
UFPel, Universidade Federal de Pelotas – Centro de Artes – Base de Dados da Biblioteca

RS – Santa Maria
UFSM, Universidade Federal de Santa Maria – Base de Dados da Biblioteca

SC – Florianópolis
UDESC, Universidade do Estado de Santa Catarina – Centro de Artes – Base de Dados da Biblioteca

SE – São Cristóvão
UFS – NMU – Núcleo de Música – Base de Dados da Biblioteca

SP – Campinas
Conservatório Carlos Gomes – Base de Dados da Biblioteca
UNICAMP, Universidade Estadual de Campinas – Instituto de Artes – Base de Dados da Biblioteca

SP – Ribeirão Preto
USP, Universidade de São Paulo – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências de Ribeirão Preto – Base de Dados da Biblioteca

SP – Santos
Unisantos, Universidade Católica de Santos – Centro de Ciências Exatas, Artes e Humanidades – Base de Dados da Biblioteca

SP – São Carlos
UFSCar, Universidade Federal de São Carlos – Centro de Educação e Ciências Humanas – Base de Dados da Biblioteca

SP – São Paulo
EMESP, Escola de Música do Estado de São Paulo “Tom Jobim” – Base de Dados da Biblioteca
EMM, Escola Municipal de Música – Base de Dados da Biblioteca
Faculdade Santa Marcelina – Base de Dados da Biblioteca
Sistema unificado de Bibliotecas da Cidade de São Paulo – Base de Dados da Biblioteca
UNESP, Universidade Estadual Paulista – Instituto de Artes – Base de Dados da Biblioteca
USP, Universidade de São Paulo – Escola de Comunicação e Artes – Base de Dados da Biblioteca

SP – Tatuí
Conservatório Dramático e Musical de Tatuí – Base de Dados da Biblioteca

Detalhe dos anjos tocando instrumentos na pintura do forro da Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto – MG. Obra de Mestre Manoel da Costa Athayde

CURTA, COMENTE, ESPALHE A NOTÍCIA, POIS DEU UM TRABALHÃO FAZER ESSA LISTA.

Avicenna & Bisnaga

28 comments / Add your comment below

  1. Puxa, quanta referência boa! Deve ter dado um trabalhão todo esse levantamento. Espero que toda essa informação renda bons frutos.

    1. Eu espero ardentemente que essa postagem contribua para que tenhamos mais audições de música erudita brasileira pelo país afora.
      🙂

  2. Mas rapaz, quanta coisa num só lugar! E olha só, acabou me ajudando aqui com algumas informações as quais eu estava procurando. Post sensacional!

  3. Só tenho que agradecer imensamente por este site e pelo empenho de vocês em divulgar não só música brasileira, mas cultura e conhecimento!

  4. Espetacular o trabalho: obrigadíssimo!!! Mas eu ainda me atrevo a perguntar e solicitar, se for o caso: alguma informação sobre se essa obra de José Maurício baseada em Haydn, cuja capa está fotografada no início do post, se encontra gravada? Desde já, uma vez mais, muito agradecido!

  5. Caro Avicenna, obrigado pela resposta. Das três gravações que você me indica duas reproduzem um mesmo “Laudate pueri” composto por José Maurício em 1813; a que estou procurando, e agora com sua ajuda acabo de encontrar, é uma obra de oito anos depois, interpretada pelo Coral Fordwillys: valeu!!!

  6. Avicenna e Bisnaga
    O trabalho de vocês é excepcional. Diariamente, logo após abrir meu computador acesso primeiro o blog e sempre encontro novidades e informações que incrementam meu nível de conhecimento do mundo da música. Sou grato e sempre achei que todos devíamos colaborar financeiramente para preservar a infraestrutura informacional deste blog.

    1. Ari, nem pode…
      Se a gente tiver qualquer vantagem financeira, é xadrez pra equipe. é a lei…. rs

      Mas obrigado pelo incentivo verbal.

      Um abração

Deixe uma resposta