Mahler (1860-1911): Sinfonia No. 9 – Berliner Philharmoniker – Leonard Bernstein

Mahler

Sinfonia No. 9

Berliner Philharmoniker

Leonard Bernstein

 

Este álbum reúne três nomes – Gustav Mahler, Berliner Philharmoniker e Leonard Bernstein. Reunidos dois a dois, eles estão estampados em centenas de capas de álbuns musicais, mas reunidos simultaneamente em um aparecem aqui esta única vez. Na verdade, em apenas uma ocasião Leonard Bernstein – que era famoso por suas interpretações da música de Mahler – pode reger esta que sempre esteve altíssima na lista das melhores e mais famosas orquestras do mundo. Para nossa sorte, o resultado deste momento foi gravado e aqui temos. Rumores há que von Karajan não permitiria que seus músicos fossem colocados sob o charme, o encanto e a energia de Lennie – que teve uma longa e frutuosa colaboração com algumas orquestras europeias, especialmente com a Wiener Philharmoniker. Este único concerto surgiu do convite feito diretor do Berliner Festwochen e a renda do concerto acabou indo para a Anistia Internacional. O nome do diretor não aparece no livreto do álbum, mas uma busca na net indicou Peter Lilienthal.

Além de Herbie e Lennie, quem mais saiu na foto?

Após escrutínio dos anais do PQP Bach, não percebi esta gravação e achei que seria oportuno trazê-las para nossos assíduos seguidores-leitores. A outra motivação para postar esta peça é achar que ela pode nos dizer algo mais neste momento de tanta incerteza, tanta angústia e dor que estamos passando.

O que esta música pode nos dizer hoje? Diz que a angústia e a incerteza, que a brevidade da vida está sempre presente, ontem e hoje, mas que há também beleza. Vocês alguma vez viveram dias mais bonitos do que os que estamos tendo neste outono? O libreto fala de Weltschmerz… Eu considero o primeiro e o último movimento as mais lindas peças que ouvi nestes dias. O primeiro movimento com suas incertezas, oscilações e quase dissonâncias parece um enorme lamento. O último movimento lembra a Canção do Adeus de ‘Das Lied von der Erde’, que encerra esta sinfonia com uma nota de aceitação, de transcendência, na minha opinião. Ouça você e depois me diga!

Gustav Mahler (1860 – 1911)

Sinfonia No. 9

  1. Andante comodo
  2. Im Tempo eines gemächlichen Ländlers
  3. Rondo-Burleske
  4. Adagio

Berliner Philharmoniker

Leonard Bernstein

Gravação feita ao vivo em 1979

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FLAC | 380 MB

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3 | 320 KBPS | 187 MB

Outra postagem desta sinfonia, com orquestra regida por Michael Gielen, pode ser acessada clicando aqui.

Aproveite!

René Denon

Lennie aproveitando uma folga…

16 comments / Add your comment below

  1. Piadinha sobre as figuras:
    Bernstein: Herr Karajan, ontem à noite sonhei que eu encontrava-me com Deus, e Ele me dizia que eu era o melhor regente do mundo!
    Karajan: Herr Bernstein, isso não é possível; eu jamais diria uma coisa dessas!

  2. Querido René,
    Reconheci Dimitri Mitropoulos, logo atrás de Lenny. A moça de costas pode ser Eliette, a terceira esposa de Karajan, com quem ele permaneceu casado até sua morte. Quanto ao cavalheiro de óculos, por mais que ele não me pareça estranho, nada tenho a dizer.

  3. Tenho esta gravação. Ouço ela sempre com fone de ouvido. Penso que Bernstein e a F. de Berlim estavam iluminados e mostram um resultado de excelência neste desempenho. Meus movimentos preferidos também são o primeiro e o quarto. No final do quarto movimento parece que Mahler, além da despedida da vida terrena se eleva em direção ao céu.
    Tem sido a minha nona preferida. Quem aprecia a música de Mahler não pode ficar sem esta gravação. Grato René por esta postagem rara e um forte abraço do Dirceu.

    1. Olá, Dirceu!
      Acho que a orquestra e Bernstein tinham consciência de como aquela ocasião seria única.
      Eu tenho outras gravações que gosto muito, mas esta é, realmente, muito especial.
      Abração!
      RD

  4. eu é que agradeço por este post magnífico! há grandes gravações da nona de mahler, mas esta carrega um pathos que nunca vi igual.

  5. eu gostaria de pedir uma coisa a vocês, se for possível. tenho verdadeira paixão por rossini, e em especial por la cenerentola com abbado pela deutsche grammophon, com berganza, alva, paolo montarsolo e a london symphony. mas não consigo comprar o álbum. vocês poderiam postá-lo? para mim será um presente!!!! muito obrigado mais uma vez!!!

    1. Olá, Bernardo! Obrigado pelas mensagens! Sua solicitação devidamente protocolada sob o número PQP-B 20200725220538 e será encaminhada aos canais competentes. Isto pois os incompetentes andam atarefados…
      Veremos…
      Abraços do René

  6. sem dúvida, é a melhor interpretação da nona! ultrapassa até mesmo a grande leitura feita por lennie na coletânea das sinfonias de mahler pela deutsche, que vocês postaram aqui! ela tem uma total ausência de tempo, digamos assim; como se orquestra e maestro fossem ficar ali para sempre. há uma gravação que também possui um pathos muito destacado: é a célebre gravação de bruno walter com a wiener às vésperas do anschluß. estarrecedor o silêncio da saal.

  7. pathos igual ao existente nessa belíssima gravação do lennie, só vi na célebre com o bruno walter a e wiener às vésperas do anschluß medonho. o silêncio na saal é de arrepiar os cabelos!

Deixe uma resposta