Jean-Marie Leclair (1697–1764): Concertos para Violino

coverEste é um belíssimo disco de vinil que foi digitalizado para nosso gáudio. Leclair foi um grande violinista e compositor, e suas obras não são divulgadas como deveriam. O cara é bom pacas. É considerado o fundador da escola de violino francesa. Leclair estudou dança e violino em Turim. Em 1716, casou com Marie-Rose Casthanie, uma dançarina, que morreu em 1728. Em 1730, Leclair casou pela segunda vez. Sua nova esposa era a gravadora Louise Roussel, que preparou a impressão de todas as suas obras a partir do Opus 2. Leclair foi esfaqueado em 1764. Apesar do homicídio permanecer um mistério, existe a possibilidade de que sua ex-mulher possa ter sido a instigadora… Imaginem só!

Jaap Schröder e sua turma dão um banho de virtuosismo e competência barrocas neste lindo trabalho jamais reeditado em CD.

Jean-Marie Leclair “l’aîné” (1697-1764)

Konzert fur Violin a-moll, op.X, n.6
I. Allegro ma poco
II. Andante, Aria grazioso
III. Allegro

Konzert fur Violin g-moll, op.VII, n.3
I. Allegro ma poco
II. Adagio
III. Allegro assai

Konzert fur Violin a-moll, op.VII, n.5
I. Vivace
II. Largo
III. Allegro assai

Jaap Schröder – Violine und Konzertmeister
Concerto Amsterdam

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Contracapa do LP que deu origem ao arquivo
Contracapa do LP que deu origem ao arquivo

PQP

9 comments / Add your comment below

  1. Este disco foi lançado em CD pela Teldec em 1994, com os três concertos de Leclair juntamente com um concerto para flauta de Naudot. Excelente post, Leclair é um compositor injustamente esquecido!

  2. Saudações meu amigo do Brasil. Eu sou quase um Leclair fanático e quer baixar o álbum com seus shows, mas eu não consigo conectar ao servidor. Eu não sei se o meu problema ou se há um problema com a postagem. Obrigado e saudações novamente.

  3. Aproveite esta oportunidade para comentar que apareceu na Europa em 2012 a gravação de excelente violinista brasileiro Luis Otávio Santos com Les Muffatti, liderados por Peter Van Heyghen. Concertos são 5, 2, 4 (jogado com um lirismo ímpar),1 e 6 del Op. 7. Aprendi pelos blogs e é realmente uma versão daqueles belos excelentes concertos Leclair. Espero Santos e Les Muffatti também gravou e outros concertos Op. 7 e também o 6 concertos Op.10, igualmente bela.

Deixe uma resposta