Altino Pimenta (1921-2003): Projeto Uirapuru [Acervo PQPBach] [link atualizado 2017]

MÚSICA DA AMAZÔNIA!

Fonogramas entusiasticamente cedidos por Raphael Soares. Não têm preço!

Altino Pimenta Nasceu em Belém do Pará a 3 de janeiro de 1921, realizando os estudos básicos de Piano e Música com Mário e Beatriz Neves em sua terra natal. Jovem, ainda, transferiu-se para o Rio de Janeiro, onde estudou Harmonia e Composição com Iberê Lemos e aperfeiçoou-se em piano com Magdalena Tagliaferro, Herminia Roubaud e Maria do Carmo Ney.
Posteriormente, em Belo Horizonte, desenvolveu estudos de Musicologia com Ernest Schurmann e George Kulmann. Em 1943, foi distinguido com uma bolsa de estudos em Londres, prejudicada pela 2ª Guerra Mundial. Convidado pelo Governo do Amapá, iniciou sua trajetória de educador musical, fundando o Conservatório Amapaense de Música. Em Minas Gerais, onde teve destacada atuação, empenhou-se, também, por vários anos, em atividades de educação musical, visando ao desenvolvimento cultural da região do Vale do Aço, incluindo Monlevade, Acesita e Usiminas.
Em 1973, a convite da Universidade Federal do Pará, assumiu a direção do Serviço de Atividades Musicais, hoje, Escola de Música, colocando em prática, por cerca de 10 anos, dinâmica administração, que resultou na reativação do meio musical, criação dos Encontros de Arte e na formação de uma nova geração de instrumentistas. Em 1989, recebeu título especial como Professor de Cursos de Graduação em Música, pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais, homologado pela UFPA.
Dedicando-se, ultimamente, à composição, suas obras têm sido apresentadas com marcantes êxitos em Minas, Rio de Janeiro e outros Estados, já tendo sido gravadas em disco na série “Os Originais” da UFPA. Em 1992, foi convidado pela Escola Superior de Música de Stuttgart para realizar palestras sobre música brasileira e concertos de suas obras, participando, também, a convite da Universidade de Ulm, do concerto comemorativo ao V Centenário da Descoberta da América, naquela cidade da Alemanha. Naquela ocasião, realizou, em Paris, palestras para professores e estudantes da École Normal de Musique, sobre o desenvolvimento da cultura musical brasileira. Em 1995, a convite do College of Music da Loyola University de New Orleans, apresentou suas obras em dois concertos naquela cidade americana. Repercutindo seu trabalho nos Estados Unidos, foi convidado pelo Consulado Geral do Brasil em New York e pelo The Brazilian Connection Club para realização, em setembro de 1996, de concerto e palestra sobre música brasileira na New York University, e em outubro de 1997 apresentou-se em Washington, no The Brazilian American Cultural Institute. Em 1998, realizou concertos na Universidade de Missouri, apresentando-se, também, na Webster University de Saint Louis, tendo como intérpretes a cantora norte americana JoElla Todd e o oboísta, professor Dan Willett. Na ocasião, Altino Pimenta foi convidado pela Universidade de Missouri a gravar, com os mesmos intérpretes, um CD, o que se concretizou no ano de 2000. O referido CD será divulgado entre as universidades americanas como exemplo de música brasileira. Sob os auspícios da Luzo Brazilian Students Association, um concerto de suas obras no Rogers Whitmore Recital Hall, com a participação de vários musicistas brasileiros, abriu as comemorações dos 500 anos da Descoberta do Brasil, ocasião em que o autor também proferiu um Master Class, no Fine Arts.
Este CD, lançado pela Secretaria de Cultura do Governo do Pará, tem a participação do próprio autor e de importantes intérpretes brasileiros, como a pianista Gabriella Affonso e o tenor Marcos Aguiar, com quem Altino Pimenta tem-se apresentado em New York e várias outras cidades dos Estados Unidos. Ao longo de sua carreira, Altino Pimenta tem recebido condecorações e honrarias, destacando-se a Palma Universitária da UFPA; os títulos de Honra ao Mérito da Câmara Municipal e da Assembléia Legislativa do Pará e as Medalhas “Francisco Caldeira Castelo Branco” e “Mérito Grão Pará”, as mais altas condecorações do Município de Belém e do Governo do Estado.
(texto extraído do encarte)

Ouça! Ouça! Deleite-se!

Altino Pimenta (1921-2003)
Projeto Uirapuru, o Canto da Amazônia

01. Romancello
02. Toada da canoa
03. A Bela e a Fera
04. Soneto à lua (poema: Bruno de Menezes)
05. A Uma gaivota (poema: João de Jesus Paes Loureiro)
06. Suíte amazônica nº2, I. Preludio e Toada
07. Suíte amazônica nº2, II. Acalanto para o Saci
08. Suíte amazônica nº2, III. Arrasta-pé
09. O uirapuru e o violão (vocalize)
10. Súplica (letra: Milton Camargo)
11. Canção do perdão (texto: Izadora Avertano Rocha)
12. Canto para Astor Piazzolla
13. Para Celson
14. Olympia
15. Noturno do igarapé n°3
16. Lundu marajoara
17. Estilhaços (texto: Acyr Castro)
18. Dúvida (texto: Acyr Castro)
19. Contigo (texto: Gustavo J. de Souza)
20. Panema (texto: José Wilson Malheiros)
21. Ecos selvagens (texto: Antônio Tavernard)
22. Estrela
23. Balada para o grande rio

Altino Pimenta, piano(faixas 01 a 05, 09 a 23)
Gabriella Affonso, piano (faixas 06 a 08)
Marcos Aguiar, tenor (faixas 01 a 05)
Carmen Monarcha, soprano (faixas 09 a 12)
Celson gomes, violino (faixas 13 a 15)
Dione Colares, soprano (faixas 16 a 22)
Belém, Pará, 2000

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

MP3  (168Mb)
FLAC  (308Mb)

Partituras e outros que tais? Clique aqui

…Mas comente… Não me deixe apenas com o silêncio…

Bisnaga

3 comments / Add your comment below

Deixe uma resposta