Franz-Joseph Haydn (1732-1809) – 4 Masses, Stabat Mater, Die Sieben letzten Worte unseres Erlösers am Kreuse – Cds 3 e 4 de 6 – Harnoncourt, Concentus musicus Wien

frontSempre fico impressionado com a qualidade dos corais haydnianos, desde a primeira vez que ouvi o oratório “A Criação” e aquela que considero sua obra máxima, “As Estações” (sim, podem jogar as pedras para dizer que estou maluco e que a “Criação” é A obra absolutamente imbatível do repertório haydniano) que postei aqui já há alguns anos atrás, e cujos links já devem ter ido pras cucuias, como dizem aqui pelo sul. Mas isso é outra história, porque o que temos aqui é a magnífica “Harmoniemasse”, e para variar, Harnoncourt e sua troupe dão um show.

CD 3

01 – Harmoniemesse B Flat – Kyrie Gloria
02 – Harmoniemesse B Flat – Gloria In Exelsis Deo
03 – Harmoniemesse B Flat – Gratias Agimus Tibi
04 – Harmoniemesse B Flat – Quoniam Tu Solas Credo
05 – Harmoniemesse B Flat – Credo In Unum Deum
06 – Harmoniemesse B Flat – Et Incarnatus Est
07 – Harmoniemesse B Flat – Et Resurrexit Tertia Die
08 – Harmoniemesse B Flat – Sanctus
09 – Harmoniemesse B Flat – Benedictus Agnus Dei
10 – Harmoniemesse B Flat – Agnus Dei
11 – Harmoniemesse B Flat – Dona Nobis Pacem
12 – Cantata Qual Dubbio Ormai – Qual Dubbio Ormai
13 – Cantata Qual Dubbio Ormai – Se Ogni Giorno Prence Invito
14 – Cantata Qual Dubbio Ormai – Saggia Il Pensier
15 – Cantata Qual Dubbio Ormai – Scenda Propzio Un Raggio
16 – Te Deum C For Solists – Te Deum Laudamus
17 – Te Deum – Te Ergo Quasumus
18 – Te Deum – Aeterna Fac Cum Sanctis Tuis

Eva Mei – Soprano
Elizabeth von Magnus – Mezzo Soprano
Herbert Lippert – Tenor
Oliver Widmer – Bass baritone
Arnold Schoenberg Choir
Concentus musicus Wien
Nikolaus Harnoncourt – Conductor

CD 4

01 – Stabat Mater Dolorosa
02 – O Quam Tristis Et Afflicta
03 – Quis Est Homo
04 – Quis Non Posset Contristari
05 – Pro Peccatis Suae Gentis
06 – Vidit Suum Dulcem Natum
07 – Eia Mater, Fons Amoris
08 – Sancta Mater, Istud Agas
09 – Fac Me Vere Tecum Flere
10 – Virgo Virginum Praeclara
11 – Flammis Ocri Ne Succedar
12 – Fac Me Cruce Custodiri
13 – Quando Corpus Morietur
14 – Paradisi Gloria

Barbara Booney – Soprano
Elizabeth von Magnus – Mezzo Soprano
Herbert Lippert – Tenor
Alaistair Miles – Bass Baritone
Arnold Schoenberg Choir
Concentus musicus Wien
Nikolaus Harnoncourt – Conductor

CD 3 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE
CD 4 – BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

FDPBach

7 comments / Add your comment below

  1. Na minha opinião, a Harmoniemesse é a missa mais bonita de Haydn e, certamente, uma das mais bonitas de todos os tempos. Tanto é assim que em 2009, na Missa de Pentecostes, o Vaticano a executou em homenagem ao bicentenário de nascimento do compositor. E um notável exemplar do apuro técnico do compositor austríaco no manejo da voz como “instrumento musical”.

    Dizem que a “felicidade” de Haydn fez a sua obra soar “menor” diante dos gênios conturbados de Beethoven e Mozart. Discordo. Haydn é tão grande quanto os dois, embora tenha tido uma vida inacreditavelmente comum e sem sobressaltos. Reconhecer a sua genialidade depende da nossa capacidade de apreciar os cenário ensolarados descortinados pelo vigor de suas sinfonias e obras corais. Sim, Haydn prova que felicidade e genialidade podem caminhar lado a lado.

  2. Caro e grande FDPBACH,
    eu sou daqueles haydnianos fanáticos que não sabem qual é maior: A criação ou As estações. Depois de ver uma execução com o improvável Norrington no teatro da BBC(disponível nesse mundo que é a internet), estou seriamente pendendo para a segunda obra… Abraços

  3. FdpBach, é tão importante esta postagem assim como grandiosa! Obrigado.
    Apenas não estou encontrando os arquivos 5 e 6. Me desculpe se ando desvairado viajando…
    manuel

    1. Meu caro Manuel, não estás encontrando porque ainda não foram postados. Durante a semana é impossível para mim sentar no computador para fazer postagens. Aguarde um pouquinho, que logo, logo, virá.

Deixe uma resposta