Gustav Mahler (1860-1911): A Canção da Terra


Bernstein, faltou o quê? A Filarmônica de Viena? O Fischer-Dieskau? Faltou o quê, hein? Leonard Bernstein, um maestro que tinha especialíssima vinculação e compreensão de Mahler, gravou duas vezes A Canção da Terra (Das Lied von der Erde): em Viena (1966) para a Decca e em Israel (1972) para a CBS. Da primeira vez foi absolutamente sublime, da segunda… sei lá. Meus ouvidos dizem que a gravação de 1966 é BEM superior. Não que esta seja ruim, é que o nome do cara é Lenny e a gente sempre espera dele o melhor. Ouçam aí e me digam.

Gustav Mahler (1860-1911): A Canção da Terra

1. Gustav Mahler: Das Trinklied vom Jammer der Erde
2. Gustav Mahler: Der Einsame im Herbst
3. Gustav Mahler: Von der Jugend
4. Gustav Mahler: Von der Schonheit
5. Gustav Mahler: Der Trunkene im Fruhling
6. Gustav Mahler: Der Abschied

Christa Ludwig
Rene Kollo
Israel Philharmonic Orchestra
Leonard Bernstein

BAIXE AQUI — DOWNLOAD HERE

Bernstein: prefiro mil vezes os aqueles austríacos disciplinadom a esses judeus
Prefiro mil vezes aqueles austríacos disciplinados

PQP

7 comments / Add your comment below

  1. É assim… não acho que esta gravação seja ruim – é que, pelo menos para mim, aquela gravação com Fischer-Dieskau e James King é a melhor. Tem tudo para dar certo: um ótimo regente, orquestra excelente, Fi-Di e um de meus tenores favoritos… Bela voz de tenor heroico…

    Então, qualquer outra acaba soando “pior”!

  2. Karajan teria dito o seguinte sobre as diferenças entre as Filarmônicas: “Se você manda a Berliner Philharmoniker dar um passo à frente, todos dão um passo à frente. Se você manda a Wiener dar um passo à frente, todos também vão dar, mas depois vão perguntar por quê.”

  3. Olha, também concordo que a gravacão de Viena soa melhor, não que a de Israel seja ruim. Mas a minha preferida é a de Klemperer/Ludwig/Wunderlich, que inclusive já apareceu pelas páginas do PQP.

  4. Obrigado por postar essa gravação da Canção da Terra. Não foi a primeira gravação desta obra que eu ouvi, mas uma das primeiras, e há tempo não tinha mais acesso à minha cópia. O que mais gosto nela é a performance da Christa Ludwig. Há um vídeo no Youtube dos ensaios para as apresentações feitas em Israel (eu creio) que foram feitas mais ou menos na mesma época da gravação onde podemos ver como os problemas de respiração, relacionados com os andamentos estabelecidos pelo Lenny eram resolvidos. Há também um vídeo no qual ele fala sobre a Canção da Terra… Muito interessante.
    Gostaria também de observar a atuação do Rene Kollo. Ele não tem uma voz enorme (pelo menos eu acho…) mas canta com muita facilidade e muita propriedade as canções dedicadas à voz do tenor.
    Eu entendo as referências a gravações outras, como a do Klemperer. Ache que essa obra é tão vasta que quanto mais gravações dela pudermos conhecer, melhor.
    Estou ouvindo uma gravação regida pelo Eiji Oue que me pegou, primeiramente, pela qualidade técnica. Que som tem o disco… Agora estou apreciando mais ainda os outros aspectos do disco.
    Se for possível, gostaria de pedir que postassem a gravação do Daniel Barenboim com a CSO (Meier e Jerusalem). Eu assisti a um dos concertos nos quais essa gravação foi feita…
    Obrigado mais uma vez!
    Abraços
    Mário Olivero

    1. Há também um vídeo do Lenny explicando cada parte d’A Cancao da Terra, vale cada minuto. Eu tive uma outra visao da obra depois de ver a explicacao do fera.

  5. Todos os lieder de Mahler são absolutamente emocionantes. Desde há muito possuo e ouço essas obras, Das Lied von der Erde, Das Knaben Wunderhorn(Boulez), Eines fahrenden Gesellen, Kindertotenlieder, Rückertliede (Ich bin der Welt). Há que fechar a porta atraz de si e ouvir contrito para a musica fazer o seu trabalho de elevar-nos e nos transportar para outras plagas bem melhores que estas.
    Obrigado por essa dadiva!
    manuel

Deixe uma resposta