Samuel Barber (1910-1981) – Cello Concerto, Op. 22, Medea Ballet Suite, Op. 23 e Adagio for Strings, Op. 11

Surpreendi-me com a qualidade deste CD – mais um do compositor americano Samuel Barber. O Concerto para cello é uma verdadeira joia. As passagens são belíssimas e de bom gosto. Ainda não tivera a oportunidade de conhecer esse compositor. Mas após as duas sinfonias que postei a semana passada e com mais este concerto para cello, Barber entrou positivamente em meu conceito. Vale ressaltar ainda o belo Adagio para cordas, Op.11 encontrado neste CD que ora posto. Duas palavras o traduz: belo e desolador. Parece com uma daquelas velhas melodias sobre os efeitos devastadores da guerra. Não deixe de ouvir. Uma boa apreciação!

Samuel Barber (1910-1981) – Cello Concerto, Op. 22, Medea Ballet Suite, Op. 23 e Adagio for Strings, Op. 11

Cello Concerto, Op. 22
01. Allegro moderato
02. Andante sostenuto
03. Molto allegro e appassionato

Medea Ballet Suite, Op. 23
04. Parodos
05. Choros. Medea and Jason
06. The Young Princess. Jason
07. Chroso
08. Medea
09. Kantikos Agonias
10. Exodos

Adagio for Strings, Op. 11
11. Adagio for Strings, Op. 11

Royal Scottish National Orchestra
Marin Alsop, regente
Wendy Warner, cello

BAIXAR AQUI

Carlinus

8 comments / Add your comment below

  1. Interessante, pensei em postar este cd há uns dois anos atrás, quando pediram o Adagio, mas optei por uma outra gravação, com o Bernstein. É um belo CD, com certeza, e o concerto para Cello é muito bonito. O adagio é o grande destaque, e a Marin Alsop é uma ótima regente, creio que vá fazer um bom trabalho aqui com a nossa Sinfônica de São Paulo.

  2. É verdade, FDP! Fiz uma busca nos links ao lado e encontrei a sua postagem. Fiquei impressionado com a qualidade do concerto para cello. A Marin Alsop é uma boa regente – diria emergente. Com certeza, que ela vai fazer um bom trabalho à frente da Sinfônica de São Paulo. Mas ainda penso que a OSESP tem dinheiro e peso para trazer um Ricardo Muti, um Maazel, um Barenboim, um Abbado ou quem sabe alguém mais jovem como o Tilson Thomas. Sonho? Não sei. Mas se queremos o melhor…

  3. Acho que alguns destes que você citou já estão um pouco “velhinhos”, Carlinus. O Tilson Thomas também seria uma boa pedida, mas lembro que atualmente ele está à frente da Sinfônica de San Francisco, onde tem se destacado com um belo trabalho. Aliás, a primeira vez que ouvi falar do Tilson Thomas foi no magnífico álbum da Mahavishnu Orchestra, do McLaughlin, o “Apocalipse” onde ele rege a Sinfônica de Londres, se não estou enganado. Eu já não postei esse CD?

  4. Muitíssimo obrigado por esta postagem—estou procurando este CD há tempos. Tenho o concerto de Barber com o Yo-Yo Ma, mas a interpretação não me agrada muito.

    O Tilson Thomas não é tão mais jovem, não. Já está indo pros 70! E realmente teria sido uma boa pedida… mas ainda o prefiro como pianista. Quem nunca o ouviu tocando a versão para quatro mãos da Sagração da Primavera não sabe o que está perdendo.

  5. este concerto realmente é muito bom, só conhecia o adagio, neste cd parece que saiu uma mistura de shostakovich e prokofiev, mas num estilo mais americano

Deixe uma resposta