J. S. Bach: Árias com Anne Sofie von Otter

Não foi com Bach que Anne Sofie von Otter fez suas primeiras aparições solo, mas ela tinha grande vivência com o compositor por ter participado, quando jovem, do Coro Bach de Estocolmo. “O maestro do Coro Bach naquela época era muito dinâmico e entusiasmado por Bach. Em seguida, surgiu Nikolaus Harnoncourt para nos conduzir nos motetos de Bach e também foi uma experiência maravilhosa. Foi um momento emocionante para os jovens como eu, que já se reuniam em torno do toca-discos para escutar suas novas gravações de Monteverdi, Bach e Mozart. Harnoncourt realmente foi a minha principal influência de Bach.”

“Depois de alguns anos, voltei a cantar bastante Bach, até participando de gravações com John Elliot Gardiner”, acrescenta, “mas depois eu coloquei de propósito sua música de lado, porque havia muito a explorar, principalmente na ópera. Portanto, este disco não chega a ser uma surpresa. Eu ouvi todas as Cantatas, Oratórios e Paixões e anotava aquilo que achava mais adequado à minha voz. Foi maravilhoso descobrir novas árias, mas ao invés de apenas solos vocais, decidi dividi-lo com movimentos puramente instrumentais. Quando o Concerto Copenhague apareceu no horizonte, comecei também a me aconselhar com Lars Ulrik, que acrescentou novas idéias”.

Johann Sebastian Bach: Árias

Cantata No.54: “Widerstehe doch der Sünde”, BWV54
1) Widerstehe doch der Sünde [6:17]

Cantata, BWV 197 “Gott ist unsere Zuversicht”
2 Aria: Schläfert aller Sorgen Kummer [7:54]

Cantata, BWV99
3) 5. Aria-Duet: Wenn des Kreuzes Bitterkeiten [2:50]

St. Matthew Passion, BWV 244
4) No.47 Aria (Alto): “Erbarme dich, mein Gott” [6:17]
Cantata No.30 “Freue dich, erlöste Schar”, BWV 30
5) 5. Aria: Kommt, ihr angefocht’nen Sünder [4:12]

Cantata No.35 “Geist und Seele wird verwirret”, BWV 35
6) 1. Sinfonia [5:17]

Cantata: “Wer mich liebet, der wird mein Wort halten” BWV 74
7) 7. Aria: Nichts kann mich erretten [5:30]

Weinen, Klagen, Sorgen, Zagen Cantata, BWV 12
8. Sinfonia [2:19]

Mass in B minor, BWV 232
9) Agnus Dei [5:33]

Magnificat in D Major, BWV 243
10) Aria (Duet): “Et misericordia” [3:28]

Cantata, BWV 60 “O Ewigkeit, du Donnerwort”
11) 1. Duett: O Ewigkeit, du Donnerwort / Herr, ich warte [4:05]

Cantata, BWV117
12) 1. Sei Lob und Ehr dem höchsten Gut [3:20]

Anne Sofie von Otter
Baroque Concerto Copenhagen
Lars Ulrik Mortensen

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Apoie os bons artistas, compre suas músicas.
Apesar de raramente respondidos, os comentários dos leitores e ouvintes são apreciadíssimos. São nosso combustível.
Comente a postagem!

PQP

7 comments / Add your comment below

  1. Grato, muito grato. Vou aproveitar este belíssimo CD para agradecer pelo trabalho que vocês vêm fazendo este tempo todo. Tenho baixado muitos por aqui e comentado pouco, mas é mesmo pela falta de assunto e até uma certa dificuldade para expressar opinião sobre música além do bravo, belíssimo e bis, muitas dessas exclamações merecidas pelo excelente trabalho de todos do PQP Bach.

  2. Estava louco pra encontrar erberme dich, mein gott, ouvi várias interpretações e foi a única voz nessa Ária que me tocou,parece uma voz suave, aveludada, celeste,além de ter achado melhor do que “rivotril”, enfim…sem comentários, talvez seja afinidade e a tal percepção espiritual que cada um de nós temos com a interpretação da escolha de cada um…PQP, tu és um ilumidado por nos apresentar obras como esta dentre outras, diria que com interpretações celetias. ” Por mais que eu falasse a lingua dos anjos, sem amor nada serei” e A. Sofie, parece ter interpretado tal obra com muito amor…Deus salve PQP e as vozes desses anjos na Terra!!!
    Abraços, beijos,paz, prosperidade, saúde, amor todos, Feliz Natal e um Feliz ano Novo a todos!!!

Deixe uma resposta