Erik Satie (1866-1925) & Darius Milhaud (1892-1974): Orchestral Works [link atualizado 2017]

Apresento-lhes um cd que aprecio bastante, com obras orquestrais de dois compositores franceses da primeira metade do século XX, Erik Satie e Darius Milhaud. E sobretudo, a interpretação do grande maestro e compositor, Bernard Herrmann.

Satie, além de criador do Ragtime, influenciou uma gama de compositores contemporâneos, principalmente os do chamado Les Six, grupo formado por seis compositores, cujas músicas representavam uma reação ao Wagnerismo e Impressionismo. O Grupo era formado por Georges Auric, Louis Durey, Arthur Honegger, Darius Milhaud, Francis Poulenc e Germaine Tailleferre. A designação Les Six estabelecia uma relação com o Grupo dos cinco de São Petersburgo, Balakirev, Rimsky-Korsakov, Borodin, Mussorgsky e César Cui.

Darius Milhaud foi um compositor e professor francês, um dos mais prolíficos do século XX. Sua obra é conhecida por conciliar o uso da politonalidade e do jazz. Suas obras mais conhecidas são os balés Le Bœuf sur le toit e La Création du monde, ambos já postados no blog, além da Suite de Danças Saudades do Brasil.

As Obras
As Gymnopedies são três peças escritas originalmente para piano inspiradas no estilo do grupo Les Six. Estas três singelas peças se consolidaram como as mais populares de Satie. Temos aqui duas Gymnopedies orquestradas por Debussy, as de número 3 e 1 respectivamente.
O cd ainda traz outras peças de Satie. Os balés Les Aventures de Mercure, La Belle Excentrique, e a pantomima musical com orquestração de Milhaud, Jack-in-the-box. Tratam-se de peças muito leves e despretensiosas que caracterizam bem a obra do compositor francês. Com excessão de Les Aventures de Mercure, escrito para orquestra, mas possuidor de uma redução para piano, os outros dois balés desta gravação foram escritos originalmente para piano.
Saudades do Brasil é uma suíte composta por 12 danças (maxixes), cujos nomes fazem referência a bairros do Rio de Janeiro, marca de uma viagem ao Brasil durante a primeira guerra mundial, como adido cultural da Embaixada da França no Rio. Foi concebida originalmente para piano, somente mais tarde seria orquestrada pelo próprio Milhaud e acrescida de uma abertura.

.oOo.

Erik Satie & Darius Milhaud: Orchestral Works

Erik Satie
01 Gymnopédies III & I (6’33’’)
02 Les Aventures de Mercure (13’32’’)
03 La Belle Excentrique (4’42’’)
04 Jack-In-The-Box (6’48’’)

Darius Milhaud
05 Saudades do Brasil (26’40’’)
(Overture – Sorocaba – Botafogo – Leme – Copacabana – Ipanema – Gávea – Corcovado – Tijuca – Sumaré – Paineiras – Laranjeiras – Paysandú )

London Festival Players
Bernard Herrmann

BAIXE AQUI – DOWNLOAD HERE

Já viu nossos mais de 100 endereços para baixar partituras? Clique aqui

Marcelo Stravinsky
Repostado por Bisnaga

6 comments / Add your comment below

  1. Não PQP. Eu tenho este cd também. Ele é da mesma coleção e não há nenhuma música em comum. Pode prestar atenção as listas. 🙂

  2. Muito massa o post!

    Mas Marcelo… Satie apesar de ter escrito um ragtime para seu bailado “Parade”, não inventou este gênero… tem um programa de rádio na internet com o professor David Baker que é presidente do departamento de estudos de jazz na universidade de indiana, em que se fala até de Brahms já na década de 1890 ter feito experimentos com este gênero.

    voltando ao começo, vocês bem podiam postar alguma gravação deste bailado!!!

    obrigado pelo post e pelo blog!

    1. Caro gustavo, só coloquei o que andei lendo por aí. Se você tiver alguma fonte escrita mais aprofundada sobre assunto, agradeceria muito. Quanto ao bailado Parade, ele está na agulha para ser postado. Tenho pelo menos mais 3 posts com obras do Satie. É só aguardar.
      Muito obrigado pela colaboração.
      Abraço!

Deixe uma resposta