Franz Peter Schubert (1787-1828) – Symphonie nº 8 in B Minor, D. 759, Symphonie nº 9, in C, D. 944

Essa gravação das sinfonias realizadas pelo Karajan nos anos 60 tem uma caracterítica muito interessante: a própria DG acha estranho a velocidade com que a obra é interpretada, mas respeita a opção, afinal se tratava de Herr Karajan, seu maior vendedor de discos. Cómentários irônicos diziam que possivelmente o maestro teria algum compromisso inadiável no dia da gravação da Sinfonia nº9, por isso acelerou o tempo dos movimentos, para acabar o quanto antes e não chegar atrasado ao compromisso.
Ironias á parte, o proprio Karajan confessava que se sentia perdido quando interpretava essa obra, pois as indicações deixadas por Schubert na partitura eram muito tênues,e mesmo assim, sujeitas a diversas interpretações. De qualquer forma, trata-se aqui da visão de um dos maiores regentes do século XX, e isso deve ser levado em conta.
Para contrapor essa opção um tanto quanto “acelerada”, estarei mais à frente disponibilizando também as versões de Claudio Abbado, à frente da Chamber Orchestra of Europe, e Harnoncourt, à frente desta mesma orquestra, se não me engano.

Mas vamos ao que interessa.

Franz Peter Schubert (1787-1828) – Symphonie nº 8 in B Minor, D. 759, Symphonie nº 9 in C, D. 944

Symphonie nº 8 in B Minor, D. 759
1 – Allegro moderato
2 – Andante com moto

Symphony nº 9 in C, D. 944

4 – Andante – Allegro ma non troppo
5 – Andante com moto
6 – Scherzo (Allegro vivace)
7 – Allegro vivace

Berliner Philarmoniker
Herbert von Karajan

BAIXE AQUI

10 comments / Add your comment below

  1. Vejam meus agradecimentos à divulgação de minha obra, no post anterior. Weeeeee (por que não?), adoro vocês!:-)Jean-Philippe

  2. só karajan me entende… finalmente achei essa versão da oitava de schubert com o maestro pop, que na minha modesta opinião é insuperável. obrigado e parabens pelo blog (alias achei ele através do blog branle de champagne, tambem fantástico). obrigado

  3. olá! seria possível republicar???????????
    queria fazer a comparação como foi sugerido no tópico com o Charles Munch e a Boston Symphony.
    Aproveito para parabenizar o blog! Sou Fã! Abraço de Curitiba!
    Obrigada!

Deixe um comentário