Henry Purcell (1659-1695) – Music for the funeral of Queen Mary

Esta música tornou-se célebre nos anos 70, ao fazer parte da trilha sonora de “Laranja Mecânica”, de Stanley Kubrick. É uma pequena obra-prima, cheia de simetria e de boas soluções orquestrais. Gardiner, como quase sempre faz, arrasa.

Felicity Lott, Charles Brett, John Williams, Thomas Allen, Jennifer Smith, Ashley Stafford,
Equale Brass Ensemble,
Monteverdi Choir,
Monteverdi Orchestra,
John Eliot Gardiner

1. Music For The Funeral Of Queen Mary: March
2. Music For The Funeral Of Queen Mary: Man That Is Born’ (1st Sentence)
3. Music For The Funeral Of Queen Mary: Canzona
4. Music For The Funeral Of Queen Mary: ‘In The Midst Of Life’ (2nd Sentence)
5. Music For The Funeral Of Queen Mary: Canzona
6. Music For The Funeral Of Queen Mary: ‘Thou Knowest, Lord, The Secrets Of Our Hearts’ (3rd Sentence)
7. Music For The Funeral Of Queen Mary: March

BAIXE AQUI

5 comments / Add your comment below

  1. Meu conhecimento de Purcell vem de um disco de canções’Sweeter than Roses’das quais destaquei como mais lindas “Hark! the echoing a ir” e “Hark! how all things” , from “The Fair Queen”Conhece?Posso te mandar a cópia do disco, é só sinalizar verde

  2. Gracias por facilitar esta magnífica obra.Hasta el momento, yo había escuchado “Dido and Aeneas” de Purcell (tengo un cassette con esa ópera). Pero sólo había podido oír la “Marcha Fúnebre para la Reina María” a través de la radio.Debo observar, sin embargo, que se escucha con un volumen algo bajo.Saludos.

  3. Olá!!!

    Parabéns pelo incrível acervo disponibilizado aqui, e muito obrigada por dividí-lo conosco, pessoas que buscam por música nas suas mais belas formas!!!

    Escrevo porque vi que você possui algo de Purcell, e gostaria de saber se por um acaso você não teria a ópera “King Arthur”. Pessoalmente, nunca a consegui encontrar na internet.

    Muito obrigada novamente!

    Mari Cuencas

  4. Escuta.
    Na tua seleção de música, vc. não tem nada de António Teixeira.
    Só consegui um cd, um Te Deum, na Amazon.
    Falha tua. Não descuideis de que nosso barroco também produziu algo (pouco, é vero).
    Abs.
    Ariosto.

Deixe uma resposta